Aprendendo com os filmes - Doutor Estranho

Confira  4 lições que este sucesso inusitado pode trazer para sua empresa

Em um ano repleto de filmes com super-heróis, é impressionante notar como Doutor Estranho vem se destacando e obtendo ótimos resultados nas bilheterias. Sua receita na semana de estreia superou a de heróis mais conhecidos, como Capitão América e Thor. Vamos entender este sucesso e observar como o filme pode ensinar lições valiosas para o seu negócio. Se você ainda não assistiu fique tranquilo, pois não há spoilers.

1 - De fato, o boca-a-boca é o melhor marketing que você pode ter

 

As críticas positivas da mídia especializada e do público têm ajudado bastante no buzz e na bilheteria de Doutor Estranho. Em um período com poucos lançamentos interessantes no cinema, o filme da Marvel tem se destacado bastante.

 

Nos negócios a situação não é diferente, como aponta uma pesquisa do Grupo Nielsen. Ela mostra uma realidade que muitos já desconfiavam: temos a tendência em acreditar mais na opinião de outras pessoas (conhecidas ou não) do que na propaganda que a empresa faz de si mesma, como demonstra o gráfico abaixo.

 

Outro filme sobre super-heróis, Batman vs Superman: a Origem da Justiça, também mostra o poder do marketing boca-a-boca, que neste caso resultou em críticas ruins e arrecadação abaixo do esperado.

2 - Construir uma marca forte = credibilidade para seus novos produtos

 

Encaremos os fatos: Doutor Estranho era o filme que tinha tudo para dar errado. Praticamente ninguém conhecia o personagem e o universo do herói é bem diferente dos demais (“os Vingadores combatem inimigos do mundo físico; nós combatemos ameaças do mundo místico” como proclama uma personagem central da trama). Mas duas marcas fizeram toda a diferença para que o produto fosse bem aceito.

 

Primeiro foi a dos estúdios Marvel, que já superou diversas vezes o desafio de apresentar um “produto” totalmente novo. Quantos conheciam Homem de Ferro, Deadpool e Guardiões da Galáxia antes de assistir a seus filmes? Sem falar nos personagens das séries no Netflix. Se hoje eles são populares é porque a Marvel apresentou um trabalho muito bem feito, ao ponto de ser cada vez mais reconhecida como uma grande marca de entretenimento. Você pode até não conhecer o herói, mas se o produto é da Marvel, deve ser muito bom.

Doutor Estranho - que lições o filme pode trazer para o seu negócio

Outra marca que tem feito toda a diferença é a Benedict Cumberbatch, que interpreta o personagem principal. Sempre elogiado por suas atuações, é uma pessoa muito admirada pelo público e pela crítica. Indicado ao Oscar por O Jogo da Imitação, marcou presença em todos os filmes e séries que atuou. Ao ver um ator com tanto prestígio se envolver no papel principal de um filme de super-herói, é inevitável pensar que o produto final deve ser ótimo. E ele, mas uma vez, não decepcionou.

3 - Não espere que os clientes descubram por si próprios seu diferencial. Ofereça uma amostra a eles.

 

Goste do filme ou não, é impossível não se render a todo o seu espetáculo visual. São vários os momentos em que os efeitos especiais irão deixá-lo de queixo caído. Tanto que não são poucos os que recomendam que você o assista em 3D. E é aí que o filme consegue obter lucros ainda maiores.

 

Doutor Estranho tornou-se o primeiro filme a estrear em mais de mil cinemas IMAX nos EUA, que corresponderam a quase 30% dos US$ 85 milhões arrecadados na sua primeira semana. A ação promocional da Disney (detentora da marca Marvel) em convidar alguns fãs para assistir uma amostra de 15 minutos do filme em 3D gerou um enorme buzz quanto aos seus efeitos especiais. Trailers bem elaborados também contribuíram para que as pessoas alimentassem a ideia de que valia a pena pagar mais caro para ter a melhor experiência possível, seja em 3D ou IMAX.

O visual impressionante de Doutor Estranho

4 - Não tenha receio de mudar a “fórmula do sucesso” se for para surpreender seu público

 

Como vimos anteriormente, Doutor Estranho é um filme bem distinto dentro do chamado Universo Marvel. Personagens vestidos de monges, invocando armas mágicas e realizando profundos questionamentos sobre nossa existência não é o que se espera de um filme de ação com super-heróis. No entanto, vários elementos presentes em filmes anteriores da Marvel estão presentes: o herói buscando respostas quanto ao seu papel no mundo, a presença de seu par romântico que basicamente se resume a ajudar o herói, o uso de humor/piadas nem sempre ocorrem no timing adequado, entre outros.

 

Uma crítica comum aos filmes da Marvel diz respeito aos momentos finais, em que uma cidade está à beira da destruição onde os heróis devem lutar, geralmente contra algum “exército do mal”, para que tudo não vá pelos ares. O próprio diretor de Doutor Estranho, Scott Derrickson, é um crítico a este clichê dos filmes Marvel e trabalhou para subverter esta fórmula. Prometi que não haveria spoilers, então só posso dizer que a parte final do filme reserva certas surpresas. Méritos para a Marvel ao permitir que o diretor inovasse neste aspecto.

O filme Doutor Estranho e seu final surpreendente

Acredita que o filme traz outros aprendizados pertinentes ao mundo dos negócios? Não deixe de partilhar suas considerações na parte de Comentários, abaixo. Também o convido a ler outros artigos da nossa seção Aprendendo com os Filmes.

Artigo fermentado em 11/11/2016

Aprenda importantes lições sobre Marketing e Hype com No Man's Sky e Esquadrão Suicida

Artigos relacionados

Autor:

Mauro Rodrigues - Consultor em Inovação no Relacionamento com o Cliente

 

Consultor e idealizador do Fermento nos Negócios, sou apaixonado por cinema e gosto de refletir sobre os aprendizados que bons filmes podem nos transmitir. SAIBA MAIS...

Aprendendo com o filme Mad Max- Estrada da Fúria